Prof. Dr. Evanivaldo C. Silva Júnior
Coordenador da coluna FATECNOLOGIA
evanivaldo.jr@fatec.sp.gov.br

 

Profª. Me. Selma Marques da Silva Fávaro
Revisora
selma.favaro@fatec.sp.gov.br

 

A tecnologia move a inovação ou a inovação move a tecnologia? Ao longo da história, vários casos validam ambas as hipóteses.

Quando Henry Ford criou o seu sistema de produção em série, inovou em vários aspectos, desde o próprio sistema de manufatura até as novas formas de gerenciamento da produção, ou seja, criou um paradigma de administração empresarial. O fordismo, como ficou conhecido o conjunto da obra filosófico-empreendedora criada por Ford, gerou várias patentes, muitas delas de cunho tecnológico, que revolucionaram os sistemas industriais de produção.

As inovações proporcionadas por esse sistema exigiram novos artefatos tecnológicos, máquinas mais eficazes, uso mais eficiente da energia, otimização de recursos, criação de matérias-primas, etc. Para isso, inúmeras tecnologias foram criadas e implementadas, muitas delas permanecendo fundamentais até os dias de hoje, como as linhas de montagem, um processo tecnológico revolucionário que permitiu a produção de veículos automotores em massa, em tempo bastante reduzido e, principalmente, com a minimização dos custos de produção.

O desenvolvimento de novas tecnologias tem proporcionado a inovação nas suas mais variadas vertentes. Por exemplo, a eletricidade, que inovou com as lâmpadas elétricas, os motores elétricos e os sistemas eletrônicos mais sofisticados, como a radiofrequência e a televisão. Essas inovações, por sua vez, trouxeram novas formas de comunicação, novas mídias, como o telégrafo, os telegramas e as máquinas de reprografia.

Também podemos mencionar inovações relativamente simples, como o arado tracionado por animais, que proporcionaram a produção mais efetiva de alimentos. A busca por essa produção, por sua vez, impulsionou a criação das máquinas agrícolas e  de toda a mecanização subjacente utilizada na agricultura, desde o plantio até a colheita, passando  pela irrigação, pulverização, armazenagem e transporte.

E o que dizer dos computadores? Poderíamos escrever alguns livros sobre todas as inovações surgidas a partir desse dispositivo, desde as viagens espaciais até a internet, incluindo todos os sistemas de informação nos dias atuais.

Poderíamos citar muitos outros exemplos dessa bem-sucedida parceria entre inovação e tecnologia. Dessa forma, concluímos que elas caminham juntas, uma alimentando a outra, em uma simbiose na qual a humanidade é a maior beneficiada.

 

Prof. Dr. Evanivaldo C. Silva Júnior e Profª. Me. Selma Marques da Silva Fávaro
Docente da FATEC Jales
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.